Tempo de leitura < 1 minute

A gamificação (ou gamification em inglês) é uma tendência que os aplicativos profissionais vêm adotando para melhorar a qualidade de vida dos usuários e, também, para trazer um pouco de desafio e entretenimento aos escritórios e empresas.  

Iremos tornar o emprego um jogo de videogame? Não é isso! Basicamente, consiste apenas em trazer elementos de game para dentro de aplicativos que medem produtividade e resultados, definindo com mais leveza as metas. Em resumo, nada mais é do que trazer o jogo para uma realidade que não é o jogo, mas sim a prática diária do trabalho intelectual.

A gamificação visa colocar esses elementos como gráficos que desafiam o usuário a alcançar a meta ou a competir com o seu resultado do mês anterior, de forma adequada a profissão.

Em relação a gestão coletiva também é muito interessante. A vantagem do modelo é que ele instiga duas fortes características do ser humano: a cooperação e a competitividade.

Se você se interessa pelo tema e domina alguma coisa de inglês, assista ao TED abaixo, no qual Janaki Kumar, Chefe de Serviços Estratégicos de Design da América no Centro de Design e Co-Inovação da SAP explica melhor sobre o assunto. Janaki lidera uma equipe de designers que trabalham diretamente com os clientes para transformar sua experiência de usuário. Ela tem mais de uma década de experiência na construção, treinamento e liderança de equipes de alto desempenho para oferecer inovação projetada. Vale a pena conferir:



Alan Vital

Alan Vital é Advogado e Programador Front End, com Pós graduação em Direito Digital e Compliance, especialista em Marketing Jurídico e Gestão de Escritórios Digitais, além de membro de comissões da OAB e da Jovem Advocacia. Consultor da ADVBOX.

[Infográfico]
[Infográfico]
[Ebook Gratuito]
[Ebook Gratuito]