Liderança na advocacia - gestão de equipe - foto de profissionais da área jurídica

Gestão de equipe: por que o seu escritório precisa disso? Entenda!

A gestão de equipe é fundamental para toda empresa que deseja que seus trabalhadores tenham sempre um bom desempenho. Logo, nos escritórios de advocacia, ela também é importante para alcançar bons resultados.

Na prática, realizar um gerenciamento efetivo das pessoas costuma ser um grande desafio para as companhias, principalmente naquelas em que os processos internos não são claros e estruturados. Entretanto, é uma etapa que precisa de prioridade, pois contribui para manter os funcionários produtivos em suas funções.

Sendo assim, acompanhe a leitura, aprenda mais sobre gestão de equipe e veja como realizá-la no seu escritório de advocacia

O que é gestão de equipe?

A gestão de equipe pode ser compreendida como o conjunto de práticas e conhecimentos utilizados para garantir uma boa performance de um determinado grupo. De forma simplificada, é vista como o ato de gerenciar pessoas que possuem um vínculo por estarem em uma mesma equipe ou setor, por exemplo.

Seu foco é melhorar a produtividade e manter o bem-estar dos colaboradores, contribuindo para bons resultados no curto, médio e longo prazo.

O gestor de uma equipe deve equilibrar diversos aspectos, como: liberdade e controle, conforto e desafio, regras e criatividade, por exemplo. Assim, ele precisa encontrar a escala certa em cada um desses aspectos conforme os profissionais e recursos sob sua responsabilidade. 

Em suma, a gestão de equipe envolve a aplicação de práticas e conceitos para garantir o bem-estar de todos, bem como manter o bom desempenho de cada um dos integrantes do grupo.

Para que serve a gestão de equipe?

Conforme a explicação do conceito, você já consegue ter noção da importância da gestão de equipe

Motivação dos colaboradores

É importante ter em mente que as pessoas possuem sentimentos. Assim, elas precisam se sentir valorizadas e acreditar que o que fazem possuem um propósito. Somente assim elas se sentem confiantes, satisfeitas e conseguem ter um bom desempenho.

Imagine uma equipe em que os membros apenas realizam seus trabalhos porque precisam disso para manter seus empregos. Sem dar-lhes motivação e um senso de propósito, eles não farão mais que o necessário para receber o salário no final do mês. 

Além de apenas entregar o mínimo, muito provavelmente a satisfação deles com a empresa não seria boa. O resultado da falta de gestão de equipes, então, seria a baixa produtividade e ausência de bem-estar. 

Embora todos precisem de dinheiro e queiram, acima de tudo, receber uma remuneração decente, é importante mantê-los motivados e fazê-los se sentirem importantes para o funcionamento do negócio. 

Evita complicações

A gestão de equipe, então, impede que esse cenário aconteça. Ademais, evita complicações como: processos diferenciados, julgamentos conforme interesses pessoais, falta de alinhamento com o objetivo da empresa, dentre outros que podem prejudicar o resultado final do empreendimento.

Sendo assim, ela permite alinhar todos os colaboradores de modo a criar um ambiente saudável e colaborativo. Todos os integrantes de um grupo precisam atuar de forma sinérgica, buscando os mesmos objetivos e metas, de modo a obterem um bom desempenho. 

Nesse sentido, as principais tarefas que a gestão de equipe deve realizar são:

  • Motivar os funcionários para que eles cumpram metas e objetivos estabelecidos;
  • Adequar a visão dos colaboradores sobre a empresa;
  • Equilibrar produtividade e qualidade dos serviços e processos internos;
  • Estimular o aprimoramento profissional de cada integrante da equipe;
  • Aprimorar o trabalho em equipe;
  • Reter talentos;
  • Tornar os trabalhadores comprometidos com suas funções;
  • Manter um clima organizacional positivo;
  • Melhorar aspectos negativos nos colaboradores.

Ou seja, a gestão de equipe não se resume a supervisionar pessoas e verificar se elas estão trabalhando conforme o esperado, mas também envolve todo um trabalho direcionado ao desenvolvimento pessoal de cada um, buscando a felicidade e o bem-estar no ambiente de trabalho.

Quais são os benefícios dela?

A gestão de equipe é importante para alinhar os trabalhadores aos objetivos da empresa. Nesse sentido, o gestor pode entender o rendimento de cada um e, assim, oferecer subsídios para que todos melhorem seu desempenho. 

Manter os empregados fiéis e satisfeitos é um grande desafio. Isso porque os profissionais buscam motivação, bem-estar e diversos benefícios. Ademais, as diferenças entre gerações também devem ser observadas. 

Somente um gerenciamento eficiente pode garantir que todos se sintam parte da companhia, mantendo-se comprometidos com os objetivos da organização. 

Ademais, é por meio desse gerenciamento que líderes e liderados podem se aproximar, trocar experiências e se conhecer melhor. 

Porém, os benefícios de uma gestão de equipe não se resume a somente isso. Veja abaixo outras considerações importantes.

Contribui para a criação de uma cultura organizacional 

Quando cada gestor orienta de forma eficiente sua equipe, toda a companhia passa a funcionar de forma harmônica. Isso evita desentendimentos e faz com que todos caminhem com os mesmos princípios. 

Logo, a implementação de um sistema eficiente de gestão de equipe contribui para a criação de uma cultura organizacional sólida na companhia.

A cultura organizacional é composta por:

  • Princípios e valores;
  • Política interna da empresa;
  • Práticas diárias e metodologias de resolução de problemas;
  • Crenças, símbolos e sistemas que estruturam a empresa.

Para entender mais sobre ela, veja abaixo um vídeo explicativo!

Diminui a rotatividade

Em um ambiente de trabalho saudável e com uma cultura sólida, a taxa de rotatividade na empresa diminui. Altas taxas de rotatividade são prejudiciais para qualquer companhia, pois, além de perder talentos, desperdiça-se tempo e recursos financeiros. Consequentemente, isso influencia nos resultados do negócio.

Tenha em mente que, para cada colaborador perdido, é preciso buscar outro que tenha um perfil alinhado com a empresa, fazer entrevistas para encontrar a pessoa ideal e treiná-la. Ademais, os valores com verbas rescisórias acabam influenciando no caixa da organização. 

Por isso, é importante que a gestão de equipe seja eficiente e a cultura da empresa seja sólida para que os colaboradores permaneçam nela.

Constrói times funcionais

O gestor de equipes precisa entender as necessidades da companhia e os obstáculos para a entrega de melhores resultados. A partir disso, ele pode selecionar os melhores colaboradores para resolver o que é preciso. 

Se ele conhece bem os membros de sua equipe, poderá organizar o trabalho de forma a extrair as melhores habilidades e conhecimentos de cada um para conseguir melhores resultados.

Aumenta a inovação e a aprendizagem

Pessoas satisfeitas e que trabalham em harmonia entre si conseguem ser mais abertas a novos aprendizados e a compartilhar ideias e experiências. Isso contribui para o desenvolvimento de cada um.

Ademais, ter pessoas de níveis diferentes de conhecimento pode contribuir ainda mais para essa troca. Assim, trabalhadores mais experientes podem ensinar os mais novos, contribuindo ainda mais para o aprendizado de todos.

O gestor que propicia um ambiente de trocas contribui para que todos sejam mais criativos, inclusive no momento de encontrar soluções quando precisam.

Melhora o controle de tarefas

A gestão de equipes, para ser efetiva, deve eliminar barreiras entre pessoas de diferentes níveis hierárquicos. Isso permite que o gestor consiga estar próximo de seus liderados, avaliando de perto o desempenho de cada um. 

Dessa forma, sempre que houver alguma tarefa ou projeto que se desvia um pouco do planejado, ele poderá ajustar com a equipe o que deve ser realizado para manter tudo alinhado com o objetivo definido. 

Aprimora processos internos

Ao criar uma cultura organizacional e alinhar a equipe, os processos internos também são aprimorados. Isso porque todos sabem o que precisa ser feito, evitando desentendimentos e que haja indivíduos agindo conforme seu desejo pessoal.

Contribui para contornar crises

Equipes alinhadas, que trabalham em conjunto em prol de um mesmo objetivo e sabem trabalhar em harmonia são mais propensas a superar crises internas. Por esse motivo, a gestão de equipe precisa sempre promover um ambiente colaborativo, aberto e favorável para trocas de conhecimento.

Melhora os serviços

Se a equipe está motivada e entende a importância de seu trabalho na companhia, os serviços prestados também melhoram. 

O motivo é que as pessoas se sentem motivadas para auxiliar o cliente e farão o seu melhor para entregar o que ele precisa. Isso contribui também para a produtividade. Consequentemente, a experiência do cliente também melhora. 

Em empresas que prestam serviços, como os escritórios de advocacia, isso é fundamental para fidelizar clientes atuais, atrair novos e fortalecer a marca no mercado.Aproveite para ver a live do #FomeDeSaber sobre gestão por contexto e desenho organizacional! Ela vai lhe ajudar muito a aprimorar seus conhecimentos sobre o tema do artigo!

Como fazer a gestão de uma equipe com eficiência?

Uma gestão de equipe precisa ser eficiente para trazer bons resultados. Caso contrário, pode cansar os colaboradores e provocar a fuga deles. Veja abaixo como realizá-la!

Promova o diálogo

O gestor de uma equipe precisa saber dialogar, bem como ouvir o que seus colaboradores têm a dizer. Lembre-se da regra: ouça mais e fale menos

Ademais, é importante promover o diálogo entre os colaboradores. Deixe-os à vontade para se expressarem e dizer suas opiniões, mesmo que elas sejam negativas.  

Quando as pessoas podem ser autênticas, sinceras e mostrar seus sentimentos, elas se sentem melhor no ambiente de trabalho. 

Incentive o desenvolvimento pessoal e profissional

Outro aspecto importante da gestão de equipe é que ela deve buscar o desenvolvimento pessoal e profissional dos membros. As pessoas precisam evoluir constantemente e serem desafiadas para manter a produtividade e a motivação. Por isso, incentive-as a se desenvolver e, se possível, procure meios de investir nisso.

Valorize seus colaboradores

O gestor de equipes precisa valorizar os integrantes de seu time. Esse fator é fundamental para uma gestão eficiente e que traz resultados para a companhia. Demonstre que eles são importantes e reconheça o trabalho de cada um. 

Valorize também o esforço, mesmo quando os resultados não foram alcançados. Assim, eles não desanimam e continuam trabalhando sem medo de represálias.

Saiba recompensar 

Recompensar os colaboradores contribui para que eles se mantenham produtivos e principalmente, busquem os resultados pretendidos. Isso não envolve apenas oferecer um salário atraente, mas também prêmios quando batem metas, por exemplo.

A gratificação por resultados é interessante porque evita que os colaboradores se acomodem, mantendo-se produtivos e sempre ativos na busca de melhores soluções para o que precisam. 

Realize treinamentos 

Realizar treinamentos para o aprimoramento de habilidades é bom para o trabalhador, que aprende e se desenvolve, e para a empresa, que pode contar com pessoas mais bem preparadas para trazer resultados ainda mais efetivos.

Sendo assim, não deixe de investir em treinamentos para capacitá-los ainda mais. 

Saiba manter o bem-estar 

A manutenção do bem-estar é primordial para o desempenho positivo dos colaboradores. Um ambiente de trabalho tóxico influencia na satisfação, na produtividade e no desejo de permanecer na empresa. Por isso, é essencial que o gestor alinhe princípios e regras para evitar que o ambiente se torne negativo.

Saiba motivar 

Saber motivar é importante. Porém, é preciso ter cuidado para não tornar o dia a dia dos trabalhadores cansativo. Isso porque motivação demais pode parecer forçada e causar o efeito contrário: desmotivar. 

Entenda as habilidade de seus liderados

Conforme comentado em um momento anterior, o gestor precisa conhecer bem os seus liderados. De preferência, ele precisa saber quais são as habilidades pessoais e profissionais de cada um para utilizá-las a favor da companhia e da equipe. 

Extrair ao máximo do conhecimento e do que cada um tem de melhor pode influenciar positivamente nos resultados da equipe. Logo, busque conhecer a fundo os integrantes e os pontos positivos de cada um.

Busque conhecimento sobre o assunto

A última dica talvez seja a mais importante: buscar conhecimento. É importante estudar e aprender sobre gestão de equipes e aprimorar suas habilidades para a liderança. Existem diversas maneiras de gerenciar pessoas. Muitas das técnicas e habilidades precisam ser aprimoradas. 

Por isso, além de buscar conhecimento, é importante que o gestor permaneça aprendendo novas habilidades profissionais e interpessoais para realizar um bom trabalho.

Quais são as habilidades essenciais de um gestor de equipes?

Um gestor de equipes precisa desenvolver diversas habilidades para exercer sua função com eficiência e influenciar positivamente seus liderados. Veja abaixo algumas delas!

Organização

Todo gestor precisa ser organizado. É papel desse profissional manter a ordem no trabalho, na realização de metas na empresa, dentre outros aspectos. 

Entender missão, visão e valores da empresa

A gestão de equipe precisa estar alinhada com a missão, visão e valores do escritório de advocacia. Obviamente, o gestor precisa conhecê-los bem para manter seus colaboradores em harmonia com esses mandamentos. 

Saber dar feedbacks

Os feedbacks são fundamentais para o crescimento profissional dos trabalhadores. Eles devem ser baseados em dados e análises objetivas em relação ao trabalho dos profissionais. 

Dê tanto feedbacks positivos que ressaltem o que o empregado fez de melhor quanto negativos, determinando o que deve ser melhorado.Evite a todo custo dar feedbacks sem embasamento e com teor subjetivo. Muitos feedbacks, na verdade, podem ser opiniões pessoais que refletem apenas um ponto de vista do gestor ou da equipe, mas que não tem embasamento nenhum.

Como fazer a gestão de equipes remotamente?

A gestão de equipe pode ser feita remotamente com o auxílio da tecnologia. Contudo, certos aspectos acabam sendo diferentes da gestão realizada de forma presencial.

Com colaboradores atuando de forma remota ou em home office, é imprescindível que o responsável pela equipe confie em cada um dos membros. Isso porque é inviável, improdutivo e pode prejudicar o desempenho dos colaboradores querer ficar analisando se todos estão produzindo a todo instante e trabalhando no horário correto.

Nesse sentido, faz mais sentido para a gestão remota apostar na produtividade, ou seja, na entrega de tarefas em vez de horas trabalhadas. 

Sobre isso, veja: 

Ademais, é preciso que todos os membros tenham a capacidade de se autogerenciar. A autogestão permite que as pessoas se autogovernem, o que pode resultar em boa produtividade e satisfação pessoal. Desse modo, a hierarquia é eliminada, evitando-se, também, a competitividade tóxica. 

Ela é altamente benéfica para os escritórios de advocacia. Para saber mais sobre a autogestão, veja abaixo outra live do #FomeDeSaber sobre o tema! 

Equipes que trabalham remotamente precisam não apenas saber se autogerenciar, mas também aprender a atuar com uma gestão horizontal. Muitos escritórios de advocacia já adotam esse modelo, eliminando a hierarquia e a relação de poder. 

A gestão horizontal possui uma estrutura distribuída em círculos, os quais são autogerenciáveis pelos próprios colaboradores, que acabam tendo mais autonomia e responsabilidade.  

Por fim, para realizar a gestão de forma remota da equipe, é importante ter metas de produtividade para medir o desempenho de cada membro. O ideal é contar com um software jurídico que permita avaliar a produtividade dos trabalhadores. 

A ADVBOX, por exemplo, possui o Taskscore: sistema de pontuação por tarefas, feito especialmente para isso. 

Perguntas frequentes

Veja abaixo algumas perguntas sobre gestão de equipe!

Qual é o papel de um gestor de equipe?

O gestor tem o papel de manter a equipe alinhada com os objetivos da empresa, auxiliando-a a bater metas. Ademais, ele deve mantê-la produtiva e motivada, bem como buscar maneiras de desenvolver as habilidades profissionais de todos os membros.

Qual é a importância de trabalhar a gestão de produtividade na equipe?

Em uma gestão de equipe, é fundamental sempre avaliar a produtividade dos colaboradores de modo a entender o que precisa ser melhorado e os aspectos positivos deles. Assim, o gestor consegue entender o desempenho individual de cada um e buscar meios para desenvolver ainda mais as habilidades deles para melhorar os resultados. 

A gestão de equipe é essencial nos escritórios de advocacia. Felizmente, é possível realizá-la à distância de forma eficiente. Para isso, é preciso contar com uma ferramenta de qualidade e que forneça subsídios para isso!

Continue seu aprendizado e veja: Gestão e liderança: entenda as diferenças e quando cada uma é aplicada!

Autor
Eduardo Koetz

A ADVBOX conta com os maiores especialistas do mercado para produzir os conteúdo mais completos sobre o mercado jurídico, tecnologia e advocacia.