Conquistando mercado no Direito Tributário com atração de clientes

Publicado por Lucas Steinmetz em

recurso de apelação

Como o Direito Tributário pode trazer maiores oportunidades com a criação de conteúdo para atrair clientes? Com a crescente quantidade de abertura de empresas ano após ano, assunto é o que não falta.

Confira algumas dicas importantes para usar tecnologia e estratégias de conteúdo para atrair clientes que precisam de orientação tributária.

Seus clientes vêm de onde?

É muito importante saber por qual meio os clientes encontram seus serviços. Cada vez mais os escritórios têm diferentes fontes de clientes e diferentes formas de como captar clientes na advocacia.

Organizar a origem deles em planilhas ou arquivos digitais pode ser um tanto quanto complicado. Pode ficar difícil encontrar tais informações, principalmente em casos de escritórios ou advogados com uma quantidade maior de clientes (o que costuma ser a realidade na área corporativa).

A centralização dessas informações em uma plataforma de qualidade e simples de usar ajuda muito no fluxo de trabalho. Isso pode ser feito pela separação dos clientes em diferentes categorias que indicam sua origem.

Exemplos de categorias que podem ser usadas pelos advogados são:

  • Clientes Dativos;
  • Indicação de parceiro (incluir o nome do parceiro também);
  • Indicação de cliente;
  • Indicação família/amigos;
  • Associações e sindicatos;
  • Marketing Digital;
  • Palestras e Eventos;
  • Atendimento no Balcão.

Organizar esses clientes e os dados deles, bem como as informações das ações, é de suma importância. A análise deles permite que você compreenda qual é a sua fonte mais efetiva de aquisição de clientes. A partir disso, terá muita facilidade para desenvolver estratégias para atrair mais clientes.

Banner Setor Comercial

Quem é seu público?

Definir o seu público é o primeiro passo para começar a construção do conteúdo. Antes de falar, você precisa saber para quem está falando. Com a segmentação, é possível definir perfis aproximados de pessoas que estarão interessadas nos seus serviços. Após isso, basta buscar por eles na internet.

A definição da persona não limita quem pode buscar seus serviços. Mas orienta para quem o seu discurso será direcionado. Para quem atua em tributário, já sabemos que você deve se direcionar a gestores ou responsáveis por departamentos financeiros.

Como definir tudo isso? Através da análise de dados mencionada no item anterior. Essa é a importância de ter os seus dados organizados e centralizados.

O Marketing jurídico digital e a advocacia de resultados, através de dados e métricas, mostra de maneira detalhada o perfil que oferece mais rentabilidade e quais tem mais interesse no seu escritório. E isso pode ser aplicado a qualquer público.

Conteúdo atrativo de Direito Tributário

O ano de 2018 fechou com 2,5 milhões de novas empresas abertas no Brasil. Aproximadamente 80% deles em registro de MEI. Isso significa, claramente, um aumento agressivo do interesse do brasileiro em empreender.

O meio para atrair clientes pela internet vai ser, sempre, a qualidade do seu conteúdo e o alinhamento das suas estratégias de marketing digital. Mas é preciso adequar isso à linguagem do cliente.

Não use termos típicos da linguagem jurídica. Lembre-se que você não está se tentando atrair outros advogados. Se você quer atrair clientes, precisa falar o idioma deles.

No caso de empreendedores e gestores, é preciso simplificar um tema que já bastante complexo por si só. Portanto, cuidado redobrado ao não utilizar linguajar técnico demais.

O seu conhecimento técnico e teórico faz de você um bom profissional. Mas é a qualidade e a clareza do seu conteúdo que vai fazer com que você ganhe seguidores do seu trabalho. O que resulta no constante acompanhamento do seu conteúdo pelo seu público… Uma poderosa maneira de fechar contratos.

Marketing Jurídico Digital no Direito Tributário

O marketing jurídico digital é uma forma de atrair seus clientes pela internet. Não basta ter presença digital. Você deve ainda estudar e aplicar essas estratégias. É assim que atingirá o público certo, fazendo com que eles busquem não apenas informações, mas informações que venham através de você!

E, com um bom projeto de marketing, você não fica mais preso a barreiras geográficas. Não se prender a um cenário local afasta a preocupação de que faltará oportunidades de mercado.

Você tem alguma rede social? Usa ela como canal de atendimento? Faz marketing digital pela internet? Certifique-se de que seu conteúdo é feito para atrair clientes, não outros advogados!

Publique informações e dicas que sanem as dúvidas mais comuns do seu público. Não tenha medo de usar a base de informações que você obtém nos seus atendimentos do dia-a-dia. Quanto mais clara, importante e útil, maior será o potencial de atingir cada vez mais pessoas.

Se seu escritório ainda não tem redes sociais e site, certamente está nos seus planos esse investimento. Se já tem, como você produz conteúdo? Com todas as limitações da OAB fica difícil saber o que pode ou não fazer. Assim, é comum que os escritórios produzam conteúdo jurídico a partir de notícias. Ou, ainda, compartilhem decisões e postagens de páginas de tribunais, conselhos ou da própria OAB.

Você está esperando o que para fazer uma advocacia melhor? Inicie hoje essa mudança!

Conquistando mercado no Direito Tributário com atração de clientes Software Jurídico ADVBOX

Lucas Steinmetz

Formado em jornalismo, especializado em estratégias e técnicas SEO e Professor do Instituto IbiJus. Lucas Steinmetz começou sua jornada como analista SEO dentro de um escritório de advocacia e elevou o número de acessos no blog de 20 mil para 315 mil visitas por mês. Possui mais de 11 anos de experiência em produção de conteúdo para internet. Atualmente, trabalhando em um dos mais completos métodos de marketing jurídico focado em qualidade e resultados sem ferir as normas da OAB.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

[Ebook Gratuito]
[Ebook Gratuito]