fbpx

Erros financeiros são uma verdadeira dor de cabeça para qualquer empresa. O empreendedorismo na advocacia não é diferente e, por isso, é essencial a mentalidade dos “advogados no controle”. Porém, como a maioria das áreas de atuação contam com entradas financeiras apenas no final do processo ou, em alguns casos, com a cobrança de consulta, a dificuldade de administrar finanças acaba sendo peculiar e maior do que em negócios comerciais.

Uma mão segurando uma caneta e fazendo anotações em um gráfico com uma calculadora ao lado. Representa o empreendedorismo na advocacia.

Por isso queremos compartilhar com vocês cinco dicas que auxiliam em evitar erros financeiros e até mesmo a melhorar a obtenção de rendimentos para o escritório.

Empreendedorismo na Advocacia: Dicas Financeiras

1. Análise e planejamento de orçamento anual

O primeiro passo para evitar erros financeiros é realizar uma análise dos gastos despendidos no seu escritório no último ano. Do menor ao maior custo, você deve listá-los e calculá-los. Ter apenas uma noção geral não é suficiente, é preciso esmiuçar tudo o que saiu.

Após, fazer um planejamento melhorando os investimentos realizados. Estabelecer limite de gastos com papel, impressões, diligências, custos para manter o escritório, salários e quaisquer outros valores pagos pela empresa. Ter metas de gastos é importante para controlar o quanto irá gastar.

Nesse planejamento você deve incluir os orçamentos por setor. Marketing, atendimento, back office, financeiro e RH ou equipe jurídica. Todos os setores do seu escritório devem obter um valor anual de investimento para que eles, no desenvolvimento do planejamento específico de cada um, consigam também distribuir o orçamento disponível da melhor maneira.

2. Resultados e custos por tipo de ação

Um segredo fundamental para o empreendedorismo na advocacia e  o sucesso financeiro dos advogados é manter um controle sobre os valores obtidos em cada tipo de ação e o quanto é gasto nelas. Assim, é possível saber qual investimento deve ser feito em diligências, por exemplo, e qual é o retorno desse investimento.

Essa prática é fundamental, pois alicerça todas as outras. Como saber quanto haverá disponível para investir no seu escritório dentro de seis meses? Você precisa ter um bom controle de quantas ações possui e quanto provavelmente elas irão trazer. Você precisa criar uma expectativa de honorários.

3. Expectativa de honorários

A expectativa de honorários é aproximada e é calculada com base nos valores de condenações de processos similares. Por isso, listar os processos e atribuir o valor obtido na sentença é fundamental para calcular a média da condenação por tipo de processo.

Então se um tipo de processo “X” geralmente tem uma condenação de R$10.000,00 e você possui cinco desses processos com previsão de finalização para março, fica fácil calcular os rendimentos do seu escritório para março. Certo?

4. Recalcular sentenças

Sempre que sair uma sentença com o valor da condenação sugerimos que seja realizado um cálculo de liquidação da sentença. Isso previne a perda de muito dinheiro, afinal, os cálculos ainda dependem muito da ação humana, que está sempre à mercê do erro, mesmo que ele seja realizado sob confiança do juiz.

5. Empreendedorismo na advocacia com Tecnologia: Software de Gestão

O software de gestão financeira entra como um integrador de todas as ações e automatizador de cálculos e projeções. Ele funciona como um business intelligence, entregando gráficos e dados completos, de forma que torne todo o planejamento e análise muito mais fáceis.

Além disso, diminui a ocorrência de erros humanos, como comentamos que é comum acontecer, especialmente em cálculos de diversos valores. Para empreender na advocacia é essencial buscar estar à frente de seu tempo. Usar a tecnologia para aperfeiçoamento do trabalho é fundamental nessa questão.

Com essas dicas, certamente será muito mais fácil entrar para o time dos “advogados no controle” e evitar erros financeiros dentro do seu escritório. Quer mais informações sobre empreendedorismo na advocacia e mais dicas para melhorar a gestão do seu escritório? Então continue acessando o nosso blog.


Alan Vital

Alan Vital é Advogado e Programador Front End, com Pós graduação em Direito Digital e Compliance, especialista em Marketing Jurídico e Gestão de Escritórios Digitais, além de membro de comissões da OAB e da Jovem Advocacia. Consultor da ADVBOX e proprietário e criador do Aplicativo AVALIAJUS.