fbpx

Quem é advogado sabe que em escritórios de advocacia sempre há uma alta demanda de trabalho.

Uma advogada com semblante preocupado olhando para a tela de um notebook apoiando a testa sobre uma das mãos. Representa a dificuldade de medir a produção de um advogado

Neste cenário, é muito comum existirem advogados com mesas abarrotadas de processos e papéis para analisar. Acabam levando trabalho pra casa e ficando horas em cima de uma produção jurídica. Até porque, no trabalho advocatício, não só se tem coisas demais pra fazer como também elas são extremamente complexas.

A produtividade do advogado sobrecarregado

Assim, se acredita que advogados estão sempre muito ocupados e que isso é sinônimo de alta produção. Inclusive, alguns pensam que um advogado com tempo livre  não trabalha o suficiente e não é bem sucedido.

Essa falsa impressão a respeito do que é a produtividade é uma tendência comum no mercado de hoje. 

Assim, basta um exemplo de um advogado que chega no escritório às 8 horas e sai depois das 18 horas, e ainda leva muitos processos para analisar em casa em  contraste com outro que chega às 10 horas no escritório e sai às 16 horas, com tempo livre para jogar tênis, viajar ou até mesmo descansar, muitos pensarão que o primeiro produz mais do que o segundo.

A verdade sobre a produtividade do Advogado

Porém, na realidade, produtividade não tem nada a ver com tempo dedicado a alguma coisa. Na verdade, diz respeito ao quanto você consegue desenvolver dentro de um determinado período.

Quanto maior for a capacidade de um profissional de produzir um grande volume em menos tempo, melhor.

Assim, a ideia que o advogado deve viver debruçado em casos para ser um bom profissional é absurda. O bom é que sobre mesmo um tempo pra aproveitar a vida!

Nosso tempo passa tão rápido e o advogado precisa repensar sua forma de trabalhar. Caso contrário, pode acabar por não fazer nada que não seja, justamente, trabalhar.

Então, um advogado precisa de sucesso tanto na sua carreira quanto na vida pessoal. Assim, ele deve deixar a descrença em trabalhar em maior quantidade e qualidade em pouco tempo.

É possível sim! O segredo está em ter organização e foco.

Organização e foco: Um caminho alternativo.

A organização passa por otimizar o método de trabalho. E a tecnologia ajuda muito este quesito.

Assim, com uma orientação correta e um bom software jurídico, é possível organizar todo o fluxo de trabalho e prazos. Dessa forma, o trabalho fica mais simples e contribui muito para um maior rendimento.

Muitas vezes a procrastinação, demora para realização de algo, ou até mesmo dificuldade de evoluir no desenvolvimento de uma tarefa (fatores que reduzem desempenho) passam por uma falta de foco e organização, que pode, simplesmente, ser resolvida.

Então, ao invés de “guardar” na cabeça as coisas que precisa fazer, ou ter tudo anotado em uma agenda que não lhe dá uma noção real de quantas coisas você precisa fazer e, menos ainda, da prioridade que se deve dar para uma ou outra tarefa, você pode fazer um gerenciamento digital do fluxo de trabalho.

Gestão digital na advocacia

Com isso, você pode, por exemplo, agendar todas as suas tarefas do mês, organizá-las por dia e por horário, e ordená-las por critério de importância ou urgência de cada uma.

Dar destaque para as tarefas a serem feitas primeiro, ajuda a otimizar o tempo e manter o foco no que realmente é relevante.

Consequentemente, isso ajuda muito você a controlar seu tempo e não perder seus prazos, além de organizar seu método de trabalho, trazendo mais tranquilidade para a sua rotina, lhe gerando mais tempo livre.

Outra coisa importante de se ter nesta gestão digital do fluxo de trabalho, é uma forma de medir seu desempenho. Esta gestão pode ser feita se você pontuar suas tarefas. Com isso, você irá somando a pontuação de todas as tarefas que cumprir no mês e medir sua produtividade mensal.

Dessa forma, será possível até mesmo a criação de metas pessoais, para que você comece, definitivamente, a medir a sua produtividade e não mais o tempo que você leva em uma ou outra tarefa.

A nova concepção de produtividade

Essas mudanças na forma de ver e fazer as coisas, que sai de um formato convencional e ultrapassado e vai para um formato atualizado, tecnológico, e que acompanha a realidade do profissional da atualidade, são uma virada de chave na vida e no desempenho de um profissional.

Afinal, que mal teria você chegar às 10h e sair às 16h do seu escritório, se você fez tudo que precisava ser feito no dia e cumprido suas metas de produção?

Um sistema de trabalho bem organizado, não só otimiza o tempo, como também ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade causados pelo acúmulo de tarefas a serem feitas diariamente.

Se você se disciplinar e fizer a sua lista de tarefas do dia, da forma como você a tiver organizado, uma de cada vez, e terminando o que tiver se programado para fazer, você conseguirá relaxar muito mais e dominar o seu trabalho, ao invés de ele dominar você.

O seu trabalho tem que ser motivo de orgulho sim, e ser um profissional bem sucedido é motivo de satisfação pessoal, além de ser a sua fonte de sustento. Mas ter tempo para viver, ter momentos de lazer, passar mais tempo com a família, com os amigos e com o seu pet não tem preço.

Uma realidade nova exige uma forma nova de fazer as coisas. Aceitar isso, ajuda a ultrapassar barreiras e voltar as atenções para o que realmente importa: viver.

 


Eduardo Koetz

CEO da ADVBOX . Advogado e Professor de Pós Graduação. Especialista em Gestão Digital de Escritórios de Advocacia, equipes não presenciais, marketing jurídico digital e estratégia.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *