Aprenda a atrair clientes na Área Trabalhista

Publicado por Lucas Steinmetz em

recurso de apelação

Destacar-se no mercado da advocacia no Brasil é um desafio cada vez maior. Na área trabalhista isso pode ser ainda mais acirrado. Sendo uma das áreas que configura entre as com maior quantidade de ações, a grande demanda de clientes atrai grande atenção dos advogados.

Um conteúdo bem elaborado e com as estratégias corretas pode ser o diferencial para você ter uma vantagem. Entenda como competir através de meios digitais e se tornar uma autoridade no assunto, atraindo diversos clientes.

A foto mostra uma advogada atendendo um cliente enquanto este toma um café. Ilustra bem o processo de como captar clientes na área trabalhista.

De onde os clientes vêm?

Organizar a origem de clientes em planilhas ou arquivos digitais pode ser um tanto quanto complicado. Pode ficar difícil encontrar tais informações, principalmente em casos de escritórios ou advogados com uma quantidade maior de clientes.

Entretanto, esse controle é essencial para saber em qual método você deve concentrar investimentos para obter maior retorno.

A centralização dessas informações em uma plataforma de qualidade e simples de usar ajuda muito no fluxo de trabalho. Isso pode ser feito pela separação dos clientes em diferentes categorias que indicam sua origem.

Exemplos de categorias que podem ser usadas pelos advogados são:

  • Clientes Dativos
  • Indicação de parceiro (incluir o nome do parceiro também)
  • Indicação de cliente
  • Indicação família/amigos
  • Associações e sindicatos
  • Marketing Digital
  • Palestras e Eventos
  • Atendimento no Balcão

Uma importante tarefa que faz parte do trabalho de gestão é a organização de dados dos clientes cadastrados. Por mais que isso não pareça importante para alguns, esse dado é indispensável para conquista de novos clientes. Afinal, só assim você saberá qual é a sua melhor fonte de clientes para investir ainda mais nela.

Saiba quem é o seu potencial cliente

É muito importante definir um público específico para ser atingido na área trabalhista. A segmentação permite definir perfis hipotéticos de pessoas que estarão diretamente interessadas no seu serviço.

Após a definição de tais perfis, basta buscar por eles na internet. Você pode atingir pessoas com o mesmo perfil em vários lugares do país, ou até mesmo prestar atendimento para brasileiros erradicados no exterior.

E quem é o seu público? Como mencionado acima, no Direito Trabalhista as oportunidades são muito amplas. Por isso é importante que você tenha como concentrar os dados explicados no item anterior. É através deles que você poderá estabelecer  em que situações a sua atividade tem o maior êxito.

Isso pode variar de dados demográficos (onde mora, idade, gênero) mas também nos tipos de atividade que mais resultam em ações trabalhistas. Um grande erro cometido por maioria dos escritórios de advocacia no Brasil é não conseguir usar os dados do próprio escritório para definir estratégias de otimização.

O Marketing jurídico digital e a advocacia de resultados, através de dados e métricas, mostra de maneira detalhada o perfil que oferece mais rentabilidade e quais tem mais interesse no seu escritório.

Conteúdo trabalhista traz resultado?

O meio para atrair clientes pela internet vai ser, sempre, a qualidade do seu conteúdo e o alinhamento das suas estratégias de marketing digital. Mas é preciso adequar isso à linguagem do cliente.

Seu cliente entende o que é uma jurisprudência? Ou ainda, seu cliente entende o que na prática quer dizer a alteração em alguma legislação?

Você precisa “traduzir” o juridiquês para que seu cliente realmente entenda a implicância prática do direito em sua vida. Vocês precisam falar o mesmo idioma!

Dito isso, não faltam assuntos para abordar. As leis da área trabalhista no Brasil são bastante complexas e nem sempre de conhecimento geral da população. Muitas pessoas estão em situações irregulares, com demandas abusivas de trabalho, e nem sabem!

Você consegue imaginar quantas pessoas podem, neste momento, estarem sendo exploradas mantendo a mentalidade de que essa é a única forma de conseguir ganhar dinheiro honestamente? Faz ideia da quantidade de pessoas que poderiam estar em uma condição muito melhor se conhecessem seus direitos dentro da empresa?

Seu conteúdo será fantástico se você assumir a missão de instruir essas pessoas. Inclusive a reforma trabalhista, tão falada no momento, é um ótimo ponto de partida para iniciar o diálogo. É através de um conteúdo simples de entender e com informações precisas que você se tornará referência, atraindo o interesse de muitas pessoas.

Mas como conseguir crescer atuando em uma cidade pequena?

Esse problema não é impossível de ser superado, mesmo em casos de escritórios pequenos. Você não deve se sentir estagnado ou de mãos atadas frente a isso.

Ampliar a atuação para além da região local do escritório é uma ótima maneira de sair dessa difícil situação. É justamente nisso que o marketing jurídico digital se destaca.

Como o Marketing Jurídico Digital pode ajudar na área trabalhista?

A primeira diferenciação que temos que fazer é marketing digital e atendimento. Ambos podem se dar por mídias digitais, mas são coisas distintas. O atendimento engloba ter canais de comunicação (inclusive redes sociais) para clientes novos ou antigos localizarem o escritório. Seja para conseguir o endereço, telefone, ou até sanar alguma dúvida via chat.

Já o marketing jurídico digital é uma forma de atrair seus clientes pela internet. Não basta ter presença digital. Você deve ainda estudar e aplicar essas estratégias. É assim que atingirá o público certo, fazendo com que eles busquem não apenas informações, mas informações que venham através de você!

Você tem alguma rede social? Usa ela como canal de atendimento? Faz marketing digital pela internet? Certifique-se de que seu conteúdo é feito para atrair clientes, não outros advogados!

Se seu escritório ainda não tem redes sociais e site, certamente está nos seus planos esse investimento. Se já tem, como você produz conteúdo? Com todas as limitações da OAB fica difícil saber o que pode ou não fazer. Assim, é comum que os escritórios produzam conteúdo jurídico a partir de notícias. Ou, ainda, compartilhem decisões e postagens de páginas de tribunais, conselhos ou da própria OAB.

Banner para clicar e fazer download do guia de primeiros passos para marketing digital para advogados


Lucas Steinmetz

Formado em jornalismo, especializado em estratégias e técnicas SEO e Professor do Instituto IbiJus. Lucas Steinmetz começou sua jornada como analista SEO dentro de um escritório de advocacia e elevou o número de acessos no blog de 20 mil para 315 mil visitas por mês. Possui mais de 11 anos de experiência em produção de conteúdo para internet. Atualmente, trabalhando em um dos mais completos métodos de marketing jurídico focado em qualidade e resultados sem ferir as normas da OAB.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[Infográfico]
[Infográfico]
[Ebook Gratuito]
[Ebook Gratuito]