Tempo de leitura 2 Minutos

Criar buyer personas é o ponto de partida para um excelente Marketing de Conteúdo, mas pode não ser uma tarefa fácil para quem está iniciando seu blog jurídico. É por isso que neste post queremos explicar como criar uma persona consumerista. Ele auxiliará advogados atuantes na área a atingir com maior impacto e efetividade os públicos que desejam.

O que são personas e persona consumerista?

Personas são “personagens fictícios” que criados para representar os diferentes tipos de clientes que se pretende atrair. Cada persona representa uma personalidade dentro do seu público-alvo. Portanto, a persona consumerista é o perfil do segmento de mercado desejado pelo advogado que atua em direito do consumidor.

 

Modelo de Persona Consumerista #1: Luiza, 35, empresária.

Digamos que você tenha se aprofundado na análise de casos contra companhias aéreas que prestam serviços de voos internacionais, que esteja por dentro dos julgamentos baseados na Convenção de Montreal e que deseje atrair clientes passando por alguma situação geradora de indenização nesse nicho de consumo. Você poderá criar uma persona que represente todas essas pessoas. Vejamos um exemplo:

Luiza; Mulher; 35 anos; Empresária; Casada; Viaja muito a negócios para fora do país e tem problemas com atraso de voos, perda de conexões e/ou extravio de bagagens.

Luiza é a persona consumerista que representa esse segmento de mercado que você deseja conquistar. Seus textos devem, então, ser direcionados para às necessidades de Luiza. Serão textos que:

  • ensinem “Luiza” sobre os direitos que são previstos aos passageiros de voos internacionais;
  • falem sobre as práticas ilegais que as companhias aéreas podem cometer;
  • tratem sobre as indenizações que os passageiros podem receber quando vítimas destas práticas;
  • aponte qual o meio que eles devem buscar para serem indenizados.

Modelo de Persona Consumerista #2: Carlos, 21, estudante.

Vamos imaginar agora que você deseja atrair pessoas que já estão inseridas na web, comprando no e-commerce e propensas a buscar soluções na internet. Você poderá criar uma persona que caracterize todos estes consumidores. Por exemplo:

Carlos; Homem; 21 anos; Estudante; Solteiro; Adora fazer compras pela internet e já teve problemas com entrega de compras, produtos incompatíveis com o anúncio ou preço anunciado de forma enganosa.

Os textos que você pode trabalhar para essa persona são textos que:

  • Eduquem a “Carlos” sobre os direitos que são previstos aos consumidores que adquirem produtos ou serviços pela internet;
  • falem sobre os deveres das lojas virtuais no e-commerce;
  • tratem sobre cancelamento de compras, troca de produtos e sobre indenizações em caso de lesão ao consumidor;
  • apontem qual o meio que ele deve buscar para garantir seus direitos.

 

Modelo de Persona Consumerista #3: Marcos, 50, CEO. 

Você poderá, ainda, aumentar seus ganhos direcionando seus textos para um público ainda mais seleto, como, por exemplo, consumidores de carros importados ou de imóveis de alto padrão. Afinal, quanto mais elevado os valores dos produtos adquiridos pelos consumidores, maior será o valor das indenizações.

Marcos; Homem; 50 anos; CEO de uma grande corporação; Casado; Tem filhos; Gosta de comprar muitos carros (ou) procura imóveis para comprar.

Você precisa elaborar textos que:

  • orientem o “Marcos” sobre os direitos que são previstos aos consumidores de automóveis (ou) de imóveis;
  • tratem sobre os deveres das montadoras e concessionárias (ou) das incorporadoras e construtoras de imóveis;
  • falem sobre recall/defeitos de automóveis (ou) sobre entregas/defeitos de imóveis adquiridos na planta, por exemplo;
  • apontem quais procedimentos ele deve tomar para ser indenizado por eventuais danos.

Percebeu o quanto seu conteúdo pode ser segmentado e especializado para que lhe ajude atingir o objetivo que você quer? Comece a produzir seu conteúdo de qualidade agora mesmo e aprenda mais sobre marketing para advogados em nosso conteúdo exclusivo.


Alan vital

Alan Vital é Advogado e Programador Front End, com Pós graduação em Direito Digital e Compliance, especialista em Marketing Jurídico e Gestão de Escritórios Digitais, além de membro de comissões da OAB e da Jovem Advocacia. Consultor da ADVBOX.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[Infográfico]
[Infográfico]
[Ebook Gratuito]
[Ebook Gratuito]