advocacia solidária e colaborativa
ADVBOX

Entenda o que é a advocacia solidária e colaborativa

Vídeo descritivo sobre Advocacia Solidária e Colaborativa, em conteúdo da ADVBOX sobre Direito, Tecnologia e Gestão.

Clique aqui para assistir o episódio no Youtube, mas se preferir, segue o roteiro…

O que é democracia no ambiente de trabalho?

Se engana quem pensa que a democracia é importante só na política. Um ambiente de trabalho democrático também tem seu valor.

No entanto, as gerações mais velhas fazem gestão arbitrária onde as decisões são de cima para baixo, sem a participação dos envolvidos que acabam sendo impactados por elas.

Isso se choca com as novas gerações que procuram cada vez mais liberdade e autonomia e não aceitam imposições, especialmente se elas não tem um fundamento.

No foco desse atrito de gerações está o modelo de tomada de decisão que, diferente do que muitos pensam, não precisa ser impositiva e arbitrária.

Qual o objetivo da advocacia solidária?

Sendo assim, a Advocacia Solidária tem um modelo de decisão por consentimento que possui um mindset diferente, mas eficiente e inclusivo. Entretanto, ainda sofre muita resistência para a sua implantação.

Ademais, pensar o futuro da advocacia impõe as seguintes perguntas:

  • Como a geração mais velha e a geração Z que está entrando no mercado jurídico vão se entender?
  • O que é preciso fazer para mudar o modelo antigo para outro que gere mais autonomia e liberdade?
  • Como a mudança de mindset é uma oportunidade para fazer o seu escritório crescer mais rápido?

Por isso, continue acompanhando este artigo que nós iremos responder essas questões.

O que é advocacia tradicional?

A advocacia tradicional é competitiva, exclusiva e conservadora. A imposição da autoridade pelas hierarquias de poder é feita por quem manda, que é o mais velho ou quem pode mais.

Qual objetivo da nova advocacia?

Por outro lado, a nova advocacia é totalmente contrária a isso, sendo voltada para a diversidade e inclusão, exigindo respeito mútuo, independente de experiência ou poder.

É um choque cultural muito grande que tem gerado tensões fortes e terminado em grandes pedidos de demissão, crises de saúde mental dos dois lados e um crescimento enorme de escritórios próprios e da advocacia autônoma.

Além disso, a velha advocacia tem a cultura do Hard Work, ser workaholic é uma qualidade. Já para a geração Z isso é um problema de saúde e ninguém quer isso para si.

Isto é, a conciliação da geração mais velha e da geração Z provavelmente não irá existir.

Como se define a economia solidária?

Velhas práticas estão ficando no passado e sendo substituídas por organizações que fomentam autonomia e o crescimento coletivo: um modelo solidário.

Mas então, quais são as características da Economia Solidária?

  1. Democracia e Autogestão;
  2. Condições contratuais justas para sócios, clientes e funcionários;
  3. Inclusão Social;
  4. Relevância a preservação e regeneração do meio ambiente;
  5. Igualdade em todos os sentidos;
  6. Transparência;
  7. Integração das pessoas.

Democracia em uma empresa ou escritório é um assunto para um curso inteiro. No entanto, o mais relevante é o modo como se tomam as decisões.

A Advocacia Solidária busca a tomada de decisão por consentimento. Aliás, o consentimento é a forma mais eficiente de se alcançar o apoio de todos.

Consentir é quando a pessoa não se opõe, mas ao mesmo tempo, ela decide junto e, além de aceitar, se engaja na decisão.

Quais são os tipos de decisões?

Os tipos de tomada de decisão são esses:

  • Consentimento;
  • Consenso;
  • Lei da maioria;
  • Cúpula;
  • Arbitrária.

Nas decisões que afetam a todos é importante serem compartilhadas. Conduzir um grupo tomando decisões que afetam a todos de forma arbitrária ou até de cúpula é ineficiente.

Aos poucos a organização perde força, as decisões não são implementadas, os colaboradores se importam menos com as novas decisões e boicotam.

Aliás, em todas decisões as pessoas sempre se colocam em 3 faixas:

  • A de preferência;
  • A de tolerância;
  • A da Objeção.

Quando há objeção é preciso rediscutir a proposta e tentar compor uma nova e mais aprimorada com a participação de todos que contemple as necessidades de todos e supere as inseguranças.

Em geral, essa proposta é mais rica e poderosa.

Como trabalhar com autonomia?

Esse é o primeiro ponto de mudança para criar um ambiente com autonomia e liberdade.

O outro ponto é o processamento de tensões. Tensão é quando a realidade existente e a realidade desejada estão cada vez mais longe.

Em uma gestão tradicional as tensões em geral são reprimidas e afastadas. Por outro lado, na autogestão, ao contrário, são vistas como oportunidades.

Exemplo: um cliente gritando no telefone indignado é uma realidade existente. Muito diferente do cliente mandando um presente de agradecimento para equipe que é a realidade desejada.

Ao surgir uma tensão levantada por alguém há um processo pré-definido de conhecimento de todos que fazem essa pessoa estar segura para levantar essa tensão, sabendo que não irá ser reprimida ou condenada, muito menos demitida.

Como fazer a autogestão?

Essas duas ideias são base para a autogestão solidária da ADVBOX. São como a alma da empresa e definem com força a sua cultura que vem de dentro para fora, de baixo para cima.

Essas são as ideias que a geração millenial tem inovado nos seus escritórios e que verificamos um crescimento bem acima da média quando implementados, além da facilidade de atrair e reter talentos, fator importante para o crescimento acelerado.

Ademais, a questão do trabalho justo e do respeito ao meio ambiente são relevantes na advocacia digital e na advocacia solidária.

A redução do impacto ambiental hoje, com dezenas de milhares de advogados e funcionários deixando de se locomover todos os dias para os escritórios, reduz muito a pegada de carbono da classe jurídica.

Como funciona o escritório digital?

Ao mesmo tempo que o incentivo a advocacia digital, no modelo de escritório digital, com baixos custos e crescimento profissional, é uma alavanca para a valorização profissional de todos os advogados e crescimento dos salários na advocacia.

Se você é sócio de um escritório todos esses pontos são diferenciais para atrair bons e jovens advogados para a sua equipe e acelerar seu crescimento.

É verdade que na Economia Solidária os preços de produtos e serviços são maiores as vezes, mas é a única forma de entregar com qualidade e manter salários altos.

Isso é o conceito de “Mercado Justo”, oposto ao selvagem “livre mercado”, o que é ótimo para valorização da profissão.

Por fim, é importante ressaltar o quanto as parcerias entre advogados e escritórios eram raras há 15 anos atrás e hoje é algo totalmente disseminado.

Essas parcerias para crescer, em oposição a concorrência acirrada, é algo marcante na Economia Solidária e agora na advocacia.

Como desenvolver a autogestão?

Busque aprender mais sobre o modelo de gestão da advocacia com a autogestão. Aprenda que o modelo de comando e controle não é o único existente e que você pode proporcionar uma realidade diferente e muito melhor para você e para a sua equipe, implementando modelos como a O2, a sociocracia ou a holacracia.

Aliás, se quiser saber mais, entre em contato conosco da ADVBOX.

Advocacia Solidária e Colaborativa

ADVBOX trará novos conhecimentos sobre Direito, Tecnologia e Gestão, apresentando temas inovadores para advogados e advogadas pensarem na sua profissão com uma visão aprimorada de negócios.

O programa será composto por episódios que vão ao ar todas as terças-feirasàs 17h.

Não perca essa oportunidade de aprimorar seus conhecimentos, inscreva-se no Canal do Youtube da ADVBOX e ative o sino para ser notificado de todos os episódios!

escritório hibrido
Autor
Conteudos Jurídicos

A ADVBOX conta com os maiores especialistas do mercado para produzir os conteúdo mais completos sobre o mercado jurídico, tecnologia e advocacia.

Postagens Relacionadas