Fluxo de clientes: 4 dicas para otimizá-lo
Setor Comercial

4 dicas para aumentar o seu fluxo de clientes

Quando falamos em administrar um escritório, um dos principais fatores que se deve ter em mente é: como conseguir clientes? Melhor ainda, como reter e manter um fluxo de clientes?

Afinal, é preciso ter um processo bem estabelecido, de forma que novos clientes continuem chegando, mas sem perder os antigos.

Todavia, esta não é uma tarefa fácil!

Ao abrir um novo negócio, por exemplo, ou iniciar uma nova carreira, pode ser difícil conquistar, atrair e reter clientes, uma vez que você não possui uma carteira prévia de clientes e está construindo sua autoridade no mercado.

Além disso, este é um momento em que normalmente o orçamento é baixo, logo, não é possível realizar ações caras de marketing, por exemplo.

Por isso, é preciso ter uma estratégia para conseguir gerar este fluxo de clientes e, assim, ter bons resultados neste processo.

Ficou interessado em saber como? Nós te contamos agora!

O que é fluxo de clientes?

Primeiramente, é preciso entender o que é um fluxo de clientes.

Em resumo, este processo é todo o caminho que o seu cliente irá passar, desde o momento em que percebe que possui um problema e descobre a existência do seu negócio, passando pelo primeiro atendimento, até fechar um contrato de fato com você.

Outrossim, é importante levar em consideração que este processo pode ter etapas on-line, ou seja, seus conteúdos no Instagram podem impactar um possível cliente, e off-line, alguém pode conhecer seu trabalho pessoalmente ou simplesmente passar pelo seu escritório.

Como controlar fluxo de clientes?

É importante mapear cada etapa do seu fluxo de clientes para não perder nenhuma oportunidade no processo e saber como alcançar seus objetivos. 

Além disso, entender o comportamento do mesmo possibilita encontrar seus erros e corrigi-los, bem como oferecer uma experiência cada vez melhor para cada possível consumidor do seu serviço.

Desta forma, é possível se comunicar de forma mais assertiva, minimizar custos e ter mais resultados positivos no processo.

Manual de setor comercial em escritórios de advocacia para advogado online

Como aumentar o fluxo de clientes?

Agora que você já entendeu o que é o fluxo de clientes e qual é a importância do mesmo, é o momento de começar a planejar o seu processo de aquisição e retenção de clientes.

Por isso, separamos 4 dicas essenciais para aumentar o seu fluxo de clientes!

1. Entenda seu público-alvo

Querer falar com todo mundo é o primeiro passo para não falar com ninguém.

Logo, é preciso entender quem é o seu cliente ideal, ou seja, a pessoa que tem maior probabilidade de fechar um contrato com você.

Para isso, é preciso levar alguns pontos em consideração:

  • Quais serviços você oferece;
  • Quanto esses serviços custam.

Estes dois pontos irão fazem com que seja possível mapear a idade do seu cliente ideal e a qual classe ele pertence.

Por exemplo, se eu sou um advogado especializado em Direito da Família, com foco em divórcios, o meu cliente não será um jovem de 20 anos que está estagiando. Assim sendo, a comunicação com esse público será desconsiderada no discurso e em quaisquer ações.

Em contrapartida, homens ou mulheres, com 35 ou mais anos, que pertençam às classes A, B ou C, já se assemelham mais com o público desejado.

Por isso, como dito anteriormente, é preciso entender quem você deseja atingir para poupar tempos e focar todos os esforços no público certo.

2. Tenha um excelente atendimento

Um fato: ninguém volta para o um lugar que não teve uma boa experiência.

E, sim, a primeira impressão normalmente é a que fica. Por isso, o atendimento é uma das partes mais importantes na construção de um bom fluxo de clientes.

Neste ponto, é preciso considerar o atendimento presencial e nas redes sociais também.

No presencial, é importante não apenas ter uma excelente equipe, como também pensar no ambiente em que este cliente será recebido. Afinal, ninguém quer estar em um escritório sujo, desorganizado, sem privacidade ou que não passe profissionalismo como um todo.

Já no online, pontos como o tempo de retorno do atendimento e cordialidade devem ser levados em conta.

Muitas vezes, clientes desistem de contratar um serviço com um profissional devido a demora para responder uma mensagem ou por sentirem que não estão recebendo atenção.

Em resumo, é importante proporcionar ao seu possível cliente a melhor experiência possível para que ele não apenas feche um contrato com você, como te indique para outras pessoas.

Nesse sentido, ter uma comunicação clara pode ser eficiente. Por exemplo, deixar uma mensagem automática nas redes sociais de “prazo de resposta em até 48h” evita que alguém se sinta ignorado e torna a pessoa mais receptiva ao seu atendimento.

Da mesma forma, avisar quando algum atendimento presencial for atrasar por alguma razão e/ou deixar a pessoa confortável em seu escritório torna a experiência mais prazerosa para o mesmo.

Fluxo de clientes: 4 dicas para otimizá-lo

3. Demonstre que você é uma autoridade

Ninguém contrata um profissional que não sabe o que está falando.

Por isso, é preciso se consolidar como uma autoridade no assunto que você mais domina e, a melhor forma de fazer isso na atualidade é construindo uma presença digital.

Invista em comunicação e construa conteúdos para as redes sociais, site, e-mail e todos os outros possíveis canais onde seu público alvo está.

Demonstre que você é um profissional atualizado, conte seus casos ganhos, interaja com seu público e crie conteúdo da sua área de atuação, seja para seu escritório ou para sua marca pessoal.

Em uma era tão concorrida, estar presente e ser relevante no seu nicho é essencial para conseguir atrair novos clientes. Mas entenda que este não é um processo que ocorre da noite para o dia, logo, é preciso ter paciência.

Ao se tornar uma autoridade, novos clientes irão ter mais confiança no seu serviço, tornando o processo de aquisição menos custoso e trabalhoso.

4. Fidelização

Por fim, uma etapa muito importante na construção do fluxo de clientes é a fidelização dos mesmos.

Este processo passa por todos os pontos abordados anteriormente e é de suma importância.

Ainda que clientes de escritórios de advocacia não precisem sempre do seu serviço, é importante que, quando eles vierem a precisar novamente, eles lembrem da experiência positiva que tiveram com você e queiram retornar.

Dessa forma, também é mais provável que eles indiquem seu trabalho para outras pessoas.

A fim de obter sucesso na retenção de clientes, é necessário entender quais foram seus erros no decorrer do processo para conseguir corrigi-los. 

Outrossim, quanto mais clientes que confiam no seu trabalho, maior é a sua autoridade no seu nicho de atuação e mais fácil se torna conseguir novos clientes.

Logo, invista tempo em entender quais são os pontos de melhoria no seu atendimento e como é possível tornar a experiência do cliente cada vez melhor.

Mais conhecimento para você!

Por aqui estamos sempre abordando assuntos quentes e relevantes para os profissionais do Direito. Confira outros textos que também podem te interessar:

Alta produtividade na advocacia
Como criar o setor comercial do seu escritório de advocacia? Confira 7 dicas!
Software Jurídico: 16 critérios fundamentais para encontrar o melhor!
O que é a Controladoria Jurídica e como funciona
Escritórios com filiais, correspondentes e parceiros fixos
Advocacia baseada em dados
Autor
Comunicação & Conteúdos

Equipe ADVBOX

Postagens Relacionadas